ponte-da-barca
Europa, Ponte da Barca, Portugal, Visitar

Aqueles que viajam para Ponte da Barca

Os encantos naturais da vila de Ponte da Barca e também por ter metade do território no Parque Nacional da Peneda-Gerês, valeram-lhe o título de Reserva Natural da Biosfera. E que título! Há quem diga que o ponto alto da vila é a Serra Amarela, outros que é o castelo e o conjunto de espigueiros de Lindoso. Na dúvida, nada melhor do que viajar para Ponte da Barca para descobrir, não é?

pelourinho-lindosoComo chegar em Ponte da Barca?

Ônibus e bicicleta chegam facilmente em Ponte da Barca. As viações Salvador Transportes (até Braga 4 €) e Renex (até Lisboa 21€) fazem ligações para várias cidades do Minho e do país por um precinho super simpático.

A Ecovia dos Açudes que faz parte do projeto “Caminhos do Lima”, possui ligação com as Ecovias da vila de Arcos de Valdevez e Ponte de Lima e com a cidade de Viana do Castelo.

O que ver e fazer em Ponte da Barca?

1 – Ponte Medieval

ponte-medieval-ponte-da-barcaA Ponte Medieval que deu nome à Ponte da Barca até dispensaria apresentações, se não fosse dotada de história e significados. Construída na metade do século XV sobre o rio Lima, a ponte que liga as vilas Ponte da Barca e Arcos de Valdevez tinha como função facilitar a passagem de peregrinos do Caminho Português de Santiago e empresários que cruzavam pelo Minho.

Feita com 10 arcos assentes em fortes pilares com talha-mares, a Ponte Medieval, além de ser classificada como Monumento Nacional desde 1910, é uma das mais importantes tardomedivais do país.

2 – Stand up paddle no Rio Lima

stand-up-paddle-rio-limaSe ver pessoas em pé no rio Lima… não é milagre: é Stand Up Paddle ou SUP para os mais íntimos. Considerado a febre do momento, mas uma febre boa que vicia, o SUP é dos esportes náuticos mais simples que há, basta uma prancha, um remo e a natureza. Também é eclético, pois adequasse para todas as idades, tipos de condição física e gostos, já que pode ser praticado não só no rio, mas em lagoas, praias, barragens… enfim, em qualquer plano de água.

Dia de SUP baby 💚 #aquelesqueviajam #sup #natureza #pontedabarca #riolima #blogtripminho

Uma publicação compartilhada por Aqueles que Viajam (@aquelesqueviajam) em

Onde: Rio Lima
Quando: todos os dias
Com quem: Aktiva Natura Outdoor Adventures

3 – Ecovia dos Açudes

ecovia-dos-açudes-ponte-da-barcaO caminho à beira do Rio Lima, que liga o centro urbano de duas vilas minhotas, Ponte da Barca e Ponte de Lima transformou-se numa agradável ecovia para pedalar, caminhar e correr. São 17 km de pista em saibro, com algumas partes empedrada, de passadiço e pavimento, em meio a paisagens rurais e florestais. Ao longo da pista há zonas de lazer e pesca, um conjunto de moinhos de água e vários monumentos religiosos que caracterizam o Alto Minho.

4 – Pastelaria Liz

magalhaes-ponte-da-barcaDizem que Fernando Magalhães, o navegador português que provou que a Terra é redonda, nasceu em Ponte na Barca. Há incertezas, mas há também muitas evidências de que sua nobre família tenha vivido por muitos e muitos anos em Ponte da Barca, o que atribui mais credibilidade do que duvida a este fato.

Mas entre incertezas e evidências não se discute, ainda mais quando estamos prestes a saborear Magalhães, um bolo em forma de barco, com velas, feito em sua homenagem. Inventado pelas mãos do pasteleiro Alfredo Pimenta, da Pastelaria Liz, os Magalhães são uma mistura de mel e nozes sobre uma massa folhada em forma de barca. Vale apena comer não um, mas muitos!

Onde: R. António José Pereira, 64
Quando: todos os dias das 07:00h às 21:00h

5 – Igreja do Mosteiro de Bravães

mosteiro-de-bravaesApesar de ter influência da arquitetura romana, a arquitetura românica possui características próprias. Desenvolvida no final do século XI e XII, os edifícios mais emblemáticos deste estilo eram as igrejas, que seguiam a planta de uma basílica.

Em Portugal há vários exemplos da arquitetura românica, um deles é a igreja do antigo mosteiro minhoto já desaparecido, o Mosteiro de Bravães.

Construída no século XII, a igreja é um templo de nave única e capela mor, separadas por um arco-cruzeiro cuidadosamente esculpido. Vários são os elementos a serem observados na arquitetura da igreja, o cordeio mítico e a Árvore da Vida nas laterais são apenas alguns. Descubra os outros!

cordeiro-mosteiro-de-bravaesOnde: Igreja de Bravães, 4980-020
Quando: todos os dias (se a porta lateral, do lado esquerdo tiver fechada, peça a chave no café Canário que se encontra próximo a igreja).

6 – Tempus: hotel, Span e restaurante

Pool party! 👙🕶🍹 Apareçam antes que chova 💙 #aquelesqueviajam #blogtripminho #minho #pontedabarca #visitportugal #pool

Uma publicação compartilhada por Aqueles que Viajam (@aquelesqueviajam) em

Há quem use o Tempus Hotel & Spa como refúgio para descansar e relaxar, mas há também quem troca o quarto e o spa pela mesa do restaurante. A cozinha tradicional portuguesa tem pratos extremamente bem elaborados e apresentados onde figuram iguarias como o bacalhau com broa, o polvo no forno e o clássico pato assado com purê de castanhas. São verdadeiras delicias gastronômicas que não deixam ninguém se arrepender de trocar o quarto e o spa do Tempus pela mesa do restaurante.

restaurante-tempus-ponte-da-barcaOnde: Lugar de Quintão
Quando: todos os dias das 12:30h às 14:00h e das 19:30h às 22:00h
Contato: +351 258 009 250

7 – Lima Escape

lima-escapePonte da Barca é sobretudo para quem adora estar em contato com a natureza. Localizado numa zona protegida de paisagem pouco afetada pelo homem, está o Lima Escape: um parque que faz qualquer um sonhar e relaxar. São bungalows, tendas, restaurante com gastronomia minhota e uma área arborizada com mais de 47.500 m² para barracas e motorhomes.

Onde: GPS 41º 49′ 26” N 8º 19′ 03” W
Contato: +351 258 588 361

8 – Poço da Gola

poço-da-golaPróxima a aldeia de Parada, mais ou menos a 2 km do Castelo de Lindoso há um verdadeiro refúgio escondido, formado por um antigo moinho de rodízio e uma piscina natural de água verde esmeralda. Tal como o nome da aldeia indica, o Poço da Gola é uma “parada” inesperada para quem desconhece os encantos naturais de Ponte da Barca e de praxe para quem já está à espera de encontrar refúgios deste gênero pelo caminho.

Onde: GPS 41° 51’ 28.87” N 8° 13’ 21.89” W

9 – Freguesia de Lindoso

freguesia-de-lindosoLindoso é daquelas aldeias que parece ter parado no tempo com casas, castelo, espigueiros, estradas… tudo construído com granito. Com cerca de 1300 habitantes, que se dedicam essencialmente à agricultura e pastorícia, Lindoso possui um precioso patrimônio edificado, que inclui além do castelo, dos espigueiros e eiras comunitárias o Parque Nacional da Peneda-Gerês!

10 – Castelo de Lindoso

castelo-de-lindosoConstruído no século XIII, no reinado de D. Afonso III, o Castelo de Lindoso tinha como função a defesa da fronteira contra os invasores espanhóis.

Apesar do castelo não ter estado envolvido em grandes batalhas ou episódios de caráter militar, é considerado como um marco na arquitetura miliar portuguesa, pois foi com ele que se deu início às construções inovadoras que influenciaram as seguintes.

Ao longo dos anos, as transformações do castelo não foram poucas. D. Dinis foi responsável por algumas reformas e em 1662, quando os espanhóis tomaram posse do castelo, o ampliaram com a construção de uma muralha do tipo Vauban, em forma de estrela pentagonal.

Onde: Lindoso
Quando: todos os dias das 10:ooh às 17:00h (inverno) e  das 10:00h às 18:00h (verão)
Quanto: 1,50€ (visita autônoma) a 3€ (visita guiada agendada previamente pelo telefone +351 258 578 141)

11 – Espigueiros de Lindoso

espigueiros-de-lindosoOs espigueiros de Lindoso chocam os olhos de qualquer um. Tanto pela curiosa arquitetura de pedra, com fendas laterais, pernas elevadas e cruzes no topo, como pela quantidade. São mais de 67!

A freguesia de Lindoso tem mais espigueiros do que gente 💚 #aquelesqueviajam #espigueiro #minho #blogtripminho #lindoso #pontedabarca

Uma publicação compartilhada por Aqueles que Viajam (@aquelesqueviajam) em

Construídos no século XVIII, os espigueiros serviam para guardarem as espigas de milho e cereais das intempéries, permitindo a sua secagem. Cada detalhe arquitetônico não foi feito à toa. As fendas serviam para o ar circular, as pernas elevadas para evitar que os roedores comessem os milhos e cereais e as cruzes no topo eram a forma de os agricultores pedirem proteção divina para as suas plantações.

Onde: Castelo de Lindoso
Quando: todos os dias das 10:ooh às 17:00h (inverno) e  das 10:00h às 18:00h (verão)

12 – Barragem de Lindoso

barragem-de-lindosoConsiderada a maior albufeira da Europa, a Barragem de Lindoso é a maior e a mais potente produtora hidroelétrica de Portugal e uma das mais incríveis construções modernas do país. E não só – a Barragem de Lindoso é o resultado da inteligência do homem, capaz de utilizar o rio Lima, o 11ª maior rio de Portugal, em uma região onde a natureza exibe toda a sua grandeza.

Natureza pura 💙 #aquelesqueviajam #pontedabarca #natureza #barragem #lindoso #blogtripminho

Uma publicação compartilhada por Aqueles que Viajam (@aquelesqueviajam) em

Onde: Barragem do Alto-Lindoso, Unnamed Rd
Quando: marcações pelo telefone +351 253 371 122

aquelesqueviajam_coraçao

A press trip para Ponte da Barca foi realizada em parceria com a Câmara Municipal de Ponte da Barca, a Loja Interativa de Turismo Ponte da Barca e o Hotel Fonte Velha, mas as opiniões são todas pessoais e verdadeiras.

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

3 Comentários

  • Resposta Aqueles que viajam para Arcos de Valdevez 2 de junho de 2017 at 10:14

    […] Aqueles que viajam para Ponte da Barca […]

  • Resposta Aqueles que viajam para Ponte de Lima 2 de junho de 2017 at 13:27

    […] Aqueles que viajam para Ponte da Barca […]

  • Resposta Hotel Fonte Velha: o antigo e o moderno em harmonia 10 de junho de 2017 at 12:21

    […] Aqueles que viajam para Ponte da Barca […]

  • Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Spam prevention powered by Akismet

    Pular para a barra de ferramentas

    Adaptado por aquelesqueviajam.com