60 coisas para fazer de graça em Braga 1
Braga, Europa, Portugal

60 coisas para fazer de graça em Braga

Portugal tem a fama de ser um dos países da Europa mais acessíveis para viver e passear. E Braga, inserida neste cenário é ainda mais acessível do que várias cidades portuguesas, como por exemplo, Lisboa, Coimbra e Porto. Tanto que, viver e passear por aqui às vezes até sai graça. A lista abaixo, dividida em seis categorias não me deixa mentir. Agora… lhe pergunto: quer pagar para ver? Não neh!

aquelesqueviajam_braga_bomjesus3

Pelas ruas ou prédios

aquelesqueviajam_braga_avenidadaliberdade1 – Ande pela Rua do Souto e conheça o comércio local.

2 – Descanse sentado no chafariz da Praça da República e fique olhando o movimento do Centro Histórico.

3 – Veja o Chafariz do Castelo no largo da Reitoria da Universidade do Minho. É o único chafariz que tem a cidade de Braga simbolizada por uma imagem feminina.

4 – Visite o interior da Reitoria da Universidade do Minho para ver os diversos painéis de azulejos que decoram as suas paredes. Se estiver aberta, dê uma espiada na sala Medieval de lá também!

5 – Encante-se com a fachada de um palacete neoclássico. Onde? Atrás do Campo da Horta!

6 – Se encontrá-la aberta… Suba na Torre de Menagem!

7 – Sinta-se numa Braga Cosmopolita ao visitar o espaço do Gneration e as exposições contemporâneas de lá.

8 – Assistia a uma sessão de cinema a céu aberto no pátio do Gneration.

9 – Passe pelo Arco da Porta Nova e tire uma foto dos dois lados.

10 – Caminhe pela rua Violinha (do ladinho do Arco da Porta Nova) que é a mais estreita da cidade. E também pela Gualdim Pais, nesta vale apreciar a arquitetura peculiar das casinhas com estendais para o lado de fora.

11 – Passeie pelo interior da Arcada da Lapa.

12 – Tente identificar os prédios da cidade do alto do miradouro do Bom Jesus.

13 – Sente numa das esplanadas dos bares em frente à Catedral da Sé.

14 – Dê uma volta pelo corredor da Universidade do Minho que está localizada na Avenida Central. Vai ver painéis de azulejos e um lindo jardim.

15 – Observe arquitetura – em especial as janelas de pedras da Casa dos Coimbras. Este palacete foi erguido no século XVI e junto a ele há uma Capela de mesmo nome.

16 – Se já fez o Caminho de Santiago ou está com aquela vontade de fazer, pode seguir as flechas amarelas sinalizadas por Braga até a Fonte de Santiago.

17 – Vá até a Casa Rolão só para ver a arquitetura de um prédio histórico e as lojas que nele estão instaladas. Há! Nos fundos da Livraria Centésima Página tem uma esplanada num espaço totalmente verde que mais parece um jardim da vó.

18 – Sabia que em Braga há uma praça que servia de Campo de Touros? A velha Praça de Touros hoje é a Praça do Município que muitas vezes se torna um grande mercado ao ar livre.

19 – Ainda na Praça do Municio dê um pulo na Biblioteca Pública e Arquivo Distrital de Braga. Quer seja para conhecer o edifício como para mergulhar nos livros que lá estão.

Pelas igrejas

aquelesqueviajam_braga_bomjesus20 – Procure na Igreja da Misericórdia pormenores semelhantes a Catedral da Sé.

21 – Aprecie os azulejos de autoria de Nicolau de Freitas que estão na fachada da Igreja dos Terceiros. No interior, junto ao altar há azulejos que contam a vida de São Francisco, Santa Margarida e Santa Rosa.

22 – Na Praça do Pópulo há uma igreja de mesmo nome que foi um antigo convento dos eremitas de Santo Agostinho. Para quem aprecia arquitetura neoclássica e barroca, a visita é indispensável.

23 – Dedique a devida atenção aos painéis de azulejares figurativos joaninos no interior da Igreja do Pópulo. Eles retratam a passagem da vida dos santos

24 – De azul a dourado, apaixone-se pelos azulejos e detalhes em ouro no interior da Igreja de São Vitor

25 – Visite a exposição a céu aberto de ruínas na Catedral da Sé e as suas capelas na parte gratuita.

26 – Assista uma missa na catedral da Sé.

27 – Visite a Igreja do Hospital São Marcos.

28 – Procure os três galos na fachada da Igreja de Santa Cruz, também conhecida como Igreja dos Galos.

29 – Visite a Igreja do Bom Jesus.

30 – Visite a Igreja do Sameiro e a capela que fica no subsolo.

31 – Veja o primeiro grande ensaio barroco na fachada da Igreja de São Vicente. E se encontrá-la aberta, veja os diversos painéis de azulejos que retratam a vida de São Vicente.

32 – Suba no topo da torre da Igreja Nossa Senhora da Torre. Esta igreja de estilo rococó além de estar ligada a uma das portas mais antigas de Santiago, abriga uma coleção de antiguidades.

33 – Impressione-se com a fachada de estilo rococó da Igreja dos Congregados na Avenida Central.

Pelos museus

aquelesqueviajam_braga_museudaimagem34 – Surpreenda-se com as exposições da Galeria Emergente dst. Um espaço indispensável para um passeio cultural e artístico na cidade.

35 – Faça uma viagem no tempo – do Paleolítico até a Idade Média e também pelo período romano de Bracara Augusta no museu Dom Diogo no primeiro domingo de cada mês.

36 – Conheça uma das mais imponentes obras da arquitetura barroca do país! Tanto a fachada do Palácio do Raio como o interior merecem a sua admiração. Neste palácio encontra-se o Centro Interpretativo das Memórias de Misericórdia de Braga.

37 – Visite a Galeria da B Concept para ver as exposições temporárias. E ainda dar um pulo no terraço para ver os telhados da Sé e dos prédios ao redor.

38 – Aprenda um pouquinho sobre imagem no Museu da Imagem. Veja as exposições fotográficas de fotógrafos locais, nacionais e internacionais!

39 – Faça uma visita guiada no domingo de manhã no Mosteiro de Tibães.

Pelos parques e jardins

aquelesqueviajam_braga_jardimdesantabarbara40 – O Jardim de Santa Bárbara é a atração mais florida e colorida de Braga. Sente num dos vários bancos para ler um livro.

41 – Se procura por um jardim mais calmo e rodeado de prédios antigos. Vá para o largo da Senhora-a-Branca no jardim de mesmo nome.

42 – No Campo das Hortas tem uma fonte com a mesma idade do Brasil. Vá vê-la e passear pelo simpático jardim que tem ao seu redor.

43 – Utilize a relva da Praça da República para socializar. Se é gaúcho e se tem o hábito de tomar chimarrão, este é um dos lugares ideias para a prática desta tradição.

44 – Após bater pernas pelas lojas da Avenida da Liberdade, descanse no Parque da Ponte.

45 – Faça um churrasco pelas zonas verdes do Bom Jesus, do Sameiro ou de Adaúfe.

46 – O Convento do Carmo é um pequeno oásis escondido no Centro Histórico de Braga. Passe por lá para dar uma olhadinha no seu incrível jardim verdejante.

47 – Em frente à Igreja Hospital São Marcos tem um jardim com uma fonte de granito em forma de flor. Aproveite este pequeno espaço verde e florido, bem como um dos vários bancos para um momento de descanso enquanto aprecia os monumentos ao redor.

Para passear

aquelesqueviajam_braga_setefontes48 – Explore Adaúfe e dê uns mergulhos na praia de fluvial durante os meses de verão. Mas se achar a água muuuito gelada, aproveite para explorar outras atrações deste local.

49 – Reviva a época do período romano na península ibérica e da fundação de Bracara Augusta através de um passeio pelas Sete Fontes.

50 – Capture Pokemóns pelo Centro Histórico ou pelos lugares mais inusitados da cidade.

51 – Da Catedral da Sé, siga as flechas do Caminho de Santiago até entrar numa Braga Rural e conhecer a cidade numa perspectiva diferente.

52 – Faça uma caminhada ou pedalada pelo monte do Picoto e ainda, veja Braga numa dimensão de 360 graus lá do alto.

53 – Suba o escadório do Bom Jesus e pare de capela em capela.

54 – Desça a Avenida da Liberdade até o Parque da Ponte de bicicleta

55 – Ande de bicicleta ou a pé pela pedonal do Parque da Rodovia. Por aqui o caminho é sempre ao lado do rio.

Para as crianças

aquelesqueviajam_braga_bomjesus256 – Fotografe a estátua do anjo em frente ao Café Sabores e Gelados.

57 – Leve as crianças para brincar nas pracinhas da Praça da República, da Praça do Pópulo ou então no Parque da Rodovia.

58 – Ao lado do Museu Dom Diogo de Souza há uma zona verde com uma pracinha para as crianças brincarem à vontade.

59 – Na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva há sempre atividades recreativas para as crianças. Consulte a agenda aqui!

60 – Faça um piquenique no lago do Bom Jesus.

Salve este pin ❤

Braga

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

27 Comentários

  • Resposta Marianne 19 de agosto de 2016 at 13:16

    Já estive em Portugal mas não pude conhecer Braga! Estou encantada com essa cidade! Na próxima viagem a Portugal certamente passarei por lá com suas dicas na bolsa 🙂 Bjs

    • Resposta Naiara Back 20 de agosto de 2016 at 00:18

      Viu só Marianne! Portugal é uma caixinha de surpresas e Braga não é exceção 🙂

  • Resposta Gê Azevedo - Mineiros na Estrada 19 de agosto de 2016 at 14:08

    Naiara, arrasou! Eu sou fã de atrações grátis. Muitas vezes dá para turistar pela cidade sem gastar nada. E já vi que em Braga não faltam opções!

    • Resposta Naiara Back 20 de agosto de 2016 at 00:19

      E ainda… o que às vezes tem de desembolsar uns eurinhos, nem se nota! É uma cidade muito amiga da carteira hehe

  • Resposta Deivson 19 de agosto de 2016 at 14:30

    Que legal! Não conheço Braga apesar de ter morado em Portugal anos atrás. Falar nisso, To doido pra reviver esse terrinha que amo, incluirei a cidade no roteiro.

  • Resposta Alyssa 19 de agosto de 2016 at 14:50

    Nossa, adoro lugares que você pode aproveitar gastando pouco ou em atrações grátis! Sinto até mais animo de passear hahaha Adorei sua sugestão de caçar Pokemons no centro histórico, deve estar cheeio de gente fazendo isso! Ótimas dicas!

  • Resposta Sonia 19 de agosto de 2016 at 18:11

    Já estou contando os dias para conhecer Portugal e agora quero incluir Braga na lista 🙂

  • Resposta Carlos Roberto e Gleidys 19 de agosto de 2016 at 20:22

    Muito oportuna a sua postagem ter chegado a mim. Estamos para mudar para Portugal por alguns anos, para correr a Europa em MotorHome. Adorei as dicas.

  • Resposta talita 19 de agosto de 2016 at 23:39

    Não imaginava que Braga fosse um lugar tão lindo! A gente sempre planeja Portugal com Lisboa e Porto e fica por isso. Vou incluir na minha lista 🙂

  • Resposta Mariana Bueno 20 de agosto de 2016 at 00:20

    Vou pra Portugal em outubro, primeira vez no país, são só 10 dias e estou apenas enlouquecendo pq cada hora aparece um lugar novo que não estava no roteiro e eu começo a tentar encaixar. Tipo agora, com Braga! Ainda mais sabendo que dá pra curtir tanto sem gastar… A vontade é de esticar as férias.

    • Resposta Naiara Back 21 de agosto de 2016 at 11:19

      Mariana! Não sei se conseguirá esticar os dias de férias, mas uma esticada até Braga não desaponta, viu! Acho que já deu pra perceber, neh? :* Boas férias portuguesas!

  • Resposta Camila 20 de agosto de 2016 at 01:52

    Quando eu for pra Portugal você vai me lavar em toooodos! Não gosto de gastar dinheiro não adorei as dicas e ficou super prático separado por tipo de atração 🙂 o bom é que tem pra todo gosto

    • Resposta Naiara Back 20 de agosto de 2016 at 22:36

      É só dizer quando Camila!!!! Braga está sempre de portas abertas 🙂

  • Resposta Murilo Pagani 20 de agosto de 2016 at 18:27

    Quantassss dicas!!!

    Adoro posts objetivos e que indicam váriasss coisas legais para se fazer na cidade!!
    Ah, e o melhor de tudo, lugares pra todos os gostos!

    Abraço

  • Resposta Lilian Azevedo 20 de agosto de 2016 at 20:08

    Nos apaixonamos por Portugal e queremos Voltar para conhecer o Norte e a regiao do Algarve. Braga e Linda e com tantas atracoes gratuitas nao Pode ficar fora do roteiro.

  • Resposta Aline Pires 22 de agosto de 2016 at 12:41

    Já tinha muita vontade de conhecer Braga, mas esse post me deixou mais encantada ainda. Nossa passagem por Portugal foi apenas de um dia e não conhecemos nada. Com certeza quando formos a Braga seguirei todos essas dicas ótimas!

  • Resposta Augusto Pinto 24 de agosto de 2016 at 10:47

    Deixo ainda as seguintes sugestões:
    – Parque da Rodovia, campos de futebol e de basquete. Bem como, um parque com baloiço e escorregas;
    – Ciclovia que atravessa a cidade (Também pode ser feita a pé) com o Rio Este ao lado (por sinal encontra-se bastante mais limpo);
    – Podem visitar a nascente do Rio Este (http://www.walkingportugal.com/z_distritos_portugal/Braga/Braga/BRG_PP1_A_Procura_da_Nascente_do_Rio_Este_Pela_Via_Romana_XVII.html);
    – Podem visitar o antigo estádio do Braga (por fora);

    Caso venham em Setembro, durante o fim de semana de 2 à 4 de Setembro, ocorre a Noite Branca.

    Cumprimentos,

    • Resposta Naiara Back 25 de agosto de 2016 at 09:29

      Obrigada Augusto! A cada instante descubro mais coisas grátis para fazer em Braga. Vou ter de escrever mais um post sobre isso heheeh. Essa Ciclovia não conhecia, vou fazê-la ainda esse mês. Amo pedalar pela nossa cidade 🙂

  • Resposta Augusto Pinto 24 de agosto de 2016 at 10:50

    Já agora :

    http://bragaromana.cm-braga.pt/index.php/sitios-visitaveis/fonte-idolo

  • Resposta Bethy 24 de agosto de 2016 at 19:19

    Uma pequena correção é igreja do Pópulo.. 🙂
    Faltou falar da ótima gastronomia boa e barata também..
    E deviam visitar tbm a igreja de s. Frutuoso e o mosteiro de Tibães.. Não dica no centro mas existe um bus (yellow bus) que mostram esses locais..

    • Resposta Naiara Back 25 de agosto de 2016 at 09:27

      Ajeitado Bethy 😉 Sobre a ótima gastronomia boa e barata da cidade é pauta para um delicioso post, aguarde!

      Onde fica a igreja de s. Frutuoso? Vi lindas fotos no Google, mas não recordo de já ter passado por ela em Braga. O Mosteiro de Tibães está no item número 39, no domingo de manhã é grátis 🙂

      Beijinhos

    • Resposta Conceição rei 8 de setembro de 2016 at 21:01

      Olá pessoal, Braga tem muito mais para se visitar, e conviver ,não podemos esquecer as festividades da Semana Santa e o S. João de Braga. São festas muito animadas e apreciadas, a cidade fervilha de gente. Na Semana Santa as emoções vêm à flor da pele,com as procissões do martírio e morte de Cristo, seguindo-se a alegria da ressurreição no domingo de Páscoa. No S. João brinca-se com os martelinhos, assiste-se à passagem dos bombos e das fanfarras dos ranchos folclóricos e seus alegres cantares, as barraquinhas, comes e bebes e muito mais. Visite também a Fonte do Idolo. Bons passeios

  • Resposta João José Costa Faria de Freitas 24 de agosto de 2016 at 19:45

    Vá a Braga de carro e já vai ver o de graça quanto custa.

    • Resposta Naiara Back 25 de agosto de 2016 at 09:23

      De Carro João? Hehehe… De carro gasta combustível! De bicicleta gasta apenas as pernas, bem mais econômico 🙂

  • Resposta Paralímpiada Rio 2016 começa nesta semana | 360meridianos 26 de dezembro de 2016 at 21:26

    […] 60 coisas para fazer de graça em Braga. Texto no blog Aqueles que Viajam. […]

  • Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Adaptado por aquelesqueviajam.com