aquelesqueviajam caminhodesantiagodecompostela 1080x720 - 9 dicas essenciais para fazer o Caminho de Santiago
Atrações Imperdíveis, Caminho de Santiago de Compostela, Dicas, Espanha, Europa, Inspiração, Visitar

9 dicas essenciais para fazer o Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago de Compostela está no topo da lista das coisas mais incríveis que eu já fiz na vida. Caminhar até Santiago foi mais do que uma viagem, foi uma experiência impulsionadora para várias mudanças.

Ao percorrer o Caminho de Santiago o viajante tem contato com diversas histórias religiosas, conhece pessoas de diferentes culturas, passa por lugares históricos que nem sequer pensou que existia, absorve energia positiva do ambiente externo, e acima de tudo, caminha para a transformação e espiritualização do seu interior. Depois de viver essa experiência… é impossível não dizer que a vida mudou! 

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela9

Esse post tem uma missão: compartilhar dicas essenciais para inspirar a fazer o caminho de Santiago de Compostela. Preste atenção! Essas dicas além de essenciais, são preciosas. 

1 – Os motivos para caminhar até Santiago

Vários são os motivos que leva alguém a caminhar até Santiago: espiritualidade e religião, aventura e esporte, cumprir promessas… O meu motivo se deu por várias circunstâncias da vida, todas mediadas pela vontade que eu estava sentindo de uma mudança. Sendo assim, na busca por mudanças, nada melhor do que refletir sobre a vida peregrinando até Santiago.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela

Independente do motivo que leva alguém a percorrer mais de 100km andando por dias seguidos até Santiago, cada motivo tem uma história por detrás. E são muitos, muitas histórias para conhecer, admirar e se inspirar. Compartilhe a sua e conheça a dos outros, essa será mais uma das experiências do caminho, que o impulsionará a seguir com outros caminhos da vida!

 2 – Nem muito, nem pouco… mas busque por algumas informações

A falta de informação a respeito do percurso do Caminho Português de Santiago de Compostela foi o que deu um espírito aventureiro e divertido à minha peregrinação.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela7

Vários dos peregrinos andavam com mapas e bússolas, guias com orientação dos níveis de inclinação do percurso, caderninho com o nome dos albergues municipais, aplicativos… Enquanto eu… bem… eu tinha um papelzinho com o nome das 5 cidades por onde deveria passar. O engraçado disso é que considero-me uma pessoa super organizada, e sou daquelas que planeja tudo nos mínimos detalhes, principalmente se o objetivo do planejamento é uma viagem. Mas a de Santiago foi uma exceção.

Busque por algumas informações a respeito do percurso e da história do Caminho. Use o Google para isso! A maioria das informações sobre o caminho será descoberta através da experiência, sua e a de outros peregrinos… Vai escutar muitas histórias, muitas lendas, e a minha preferida: descobrir o motivo pelo qual os outros decidiram caminhar até Santiago. Isso tornará a sua caminhada muito mais interessante!

3 – Vá! Com ou sem preparo físico, mas vai!

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela3

Recomenda-se que faça um check-up e prepare-se fisicamente. Mas quer saber? Ignorem esse conselho! Com exceção de quem tem problemas de saúde, principalmente do coração e dores ao fazer caminhadas é muito importante a realização de um exame de rotina e um papo com um ortopedista. Mas de resto… não há forma física que impeça que chegue até Santiago. Pode demorar mais do que previa ou incomodar-se com calos e dores no corpo, mas isso faz parte da experiência.

4 – Sozinho e acompanhado. Experimente os dois!

Muitas pessoas têm receio de realizar o caminho de Santiago sozinho, principalmente as mulheres. Neste caso, convide um amigo ou familiar com o qual gostaria de viver esta experiência.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela6

Xii… mas e se não encontrar ninguém? Procure no Facebook os grupos de Santiago de Compostela. Impossível não encontrar alguém por lá 😉

Independente de quem for o peregrino que caminhará ao seu lado, aproveite algumas partes do percurso para caminhar sozinho. Concentre-se nos seus pensamentos, nos planos futuros, na paisagem, no caminho… Ou então, deixe a mente livre, sem pensamentos, sem preocupações.

5 – O clichê: menos é mais é a mais pura verdade

Se não sabe, não tem problema… aprenderá! Pode até começar a peregrinação com a mochila cheia de roupas e demais objetos pessoais. Mas aposto que irá dispensá-los nos primeiros 10 km. Lembre-se que carregará a mochila durante todo o trajeto e que para o bem das costas, é adequado que a mochila pese, no máximo 10% da sua massa corporal.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela13

Em relação a mochila dos peregrinos, a minha era muito pequena, tanto que uns espanhóis questionaram como a “chica” fazia o caminho com uma mochila tão pequena. É verdade! Levei pouquíssimas coisas e até escrevo listinha para que sirva como orientação.

– Uma t-shirt de caminhada, aquelas com a malha bem finina e que além de ser leve, seca super rápido

– Uma calça

– Um conjunto de roupa intima

– Um pijama curto

– Um saco cama

– Um kit de higiene o qual dividi com a Luísa (sabonete, shampoo, escova de cabelo, desodorante, pasta de dente, protetor solar e make – sim levei make :P) Ah… e a minha escova de dentes, neh!

E ainda levava uns lanchinhos e uma garrafa de 1,5 l. Depois de dois dias de caminhada, substituí a garrafa de 1,5 l por uma de 500 ml e ia repondo sempre que via uma fonte. E os lanchinhos carregados na mochila passaram a ser para um turno e não para o dia todo.

6 – Sobre os calçados

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela16

Quer comprar um calçado de caminhada especialmente para fazer o Caminho de Santiago? Compre! Mas use, use-o muito antes de iniciar a peregrinação. De preferência, use-o por, pelo menos dois meses. Para evitar calos e dores nos pés. É importantíssimo que os seus pés se acostumem com os calçados.

 7 – Quanto dinheiro será necessário

O Caminho de Santiago é uma ótima oportunidade de viajar gastando pouco. Há três fatores que influenciam no investimento necessário para realizar a peregrinação: passagens de ida até o ponto de partida e regresso de Santiago, hospedagem e alimentação.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela2

O primeiro fator requer um investimento maior se tiver de ser realizado de longa distância, como por exemplo, viajar do Brasil até a Espanha. O segundo varia se a hospedagem for os albergues municipais que custam em média 6€ a diária ou então as hospedagens privadas que vai de 10€ até muitos euros.

Pelo caminho há vários restaurantes com o “Menu do Peregrino”, onde se encontra boas opções de café da manhã, almoço e jantar por um precinho bem simpático. Outra opção para tornar a alimentação mais acessível é fazer uma visitinha ao supermercado da cidade onde está de passagem ou dormirá. Mas lembre-se que alguns albergues municipais não possuem cozinha equipada para cozinhar, neste caso será necessário preparar um lanche ou então levar louças para preparar as refeições.

Ah… se por acaso, ficar numa hospedagem, cuja cidade é muito pequena, os preços praticados nos mercadinhos e restaurantes serão inflacionados. Mesmo! No terceiro dia de peregrinação fiquei num albergue municipal de uma cidadezinha e uma comprinha – bem inha de pães, frios, água, cerveja e chocolate… custou assustadores 25€. Doeu no bolso, mas era o que tinha…

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela14

Para resumo da ópera, calcule: 6€ euros do albergue municipal + uns 20€ para alimentação. Total 26€. Vamos facilitar? Tenha a previsão de gastar por dia uns 30€, assim sobra alguns eurinhos para comprar lembracinhas dos lugares por onde passar, neh?

8 – Respeite e supere o limite do corpo

Tenha como lei “o caminho de Santiago não é uma corrida!”. Indica-se que caminhe, pelo menos 15km por dia. No entanto, se o corpo ainda tiver força e a motivação o acompanhar siga a caminhada sem se preocupar com a quilometragem.

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela15

O caminho deve ser percorrido de acordo com o limite do corpo, mas nada impede que esse limite seja superado! Entretanto, se cansar e sentir dores… pare, descanse, recupere-se e siga em frente. Tenha a certeza que irá se surpreender ao ver até onde consegue chegar!

No entanto, se estiver cansado ou algo acontecer, não fique com receio de parar e recomeçar no próximo dia.

9 – O bastão de caminhada ajuda?

aquelesqueviajam_caminhodesantiagodecompostela17

Ô… e como ajudada! Assim como você, eu também estava em dúvida a respeito da ajuda que o bastão de caminhada poderia vir a contribuir no meu percurso até Santiago. O bastão ajuda, e muito! Tanto nas subidas quanto nas decidas, ele reduz consideravelmente o stress nos joelhos e juntas. E ainda proporciona melhor equilíbrio, ritmo e rendimento da caminhada. Duvidas esclarecidas?

Salve este pin ❤

Caminho de Santiago de Compostela

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

41 Comentários

  • Resposta Talita Cortez 26 de abril de 2016 at 15:29

    Ainda sonho em fazer esta peregrinação!
    Uma vez em Barcelona encontrei uma Australiana que se preparava para fazer o caminho, fiquei horas conversando com ela na lavanderia do hostel tentando ajuda-la na decisão de levar ou não seu violão, ela era compositora. No fim das contas não sei se ela levou ou não, mas sei que ela plantou em mim o desejo de caminhar até Santiago da Compostela. Anos se passaram e até hoje o desejo não morreu… Qualquer dia desses eu ainda vou!

    • Resposta Naiara Back 30 de julho de 2016 at 10:07

      Talita! Vai, faça!

      No meu primeiro caminho, quando cheguei na Loja do Peregrino para pegar meu certificado tinha um polonês que fez o Caminho Francês com uma gaita. Ele era um senhor de cabelos brancos e estava numa alegria imensa tocando a sua gaita para os demais peregrinos 🙂

      Não deixe morrer os eu desejo, torne ele real 🙂 Bom caminho!

    • Resposta ERNANDES FREIRE ALVES 27 de junho de 2018 at 23:14

      Talita, tenho muita vontade de fazer o caminho de Santiago. No entanto, só sei falar o nosso português. Alguma dica?

  • Resposta Nicole Plauto 27 de abril de 2016 at 08:02

    Muito legal, Naiara! Quero muito fazer o caminho e suas dicas ajudaram a entender melhor o processo de organização 😀
    Muito obrigada.
    Beijos!

    • Resposta Naiara Back 30 de julho de 2016 at 10:08

      Vamos lá Nicole! Sou super incentivadora das pessoas a realizarem esse tipo de experiência. O que precisar é só pedir :*

      Bom caminho 🙂

  • Resposta Cleide 6 de outubro de 2016 at 23:33

    Boa tarde Naiara! Irei fazer o caminho de Porto a Santiago de Compostela de bicicleta. Poderia me ajudar a encontrar um contato de um transfer com espaço para 2 bikes que busque a gente em Santiago. Vi que tem trem ate Vigo que pode entrar com bicicleta, mas em Portugal somente pode entrar no trem com a bicicleta numa mala bike. Agradeço sua ajuda se puder me orientar. Adorei seu site! Obrigada!

    • Resposta Naiara Back 8 de outubro de 2016 at 15:30

      Olá Cleide, tudo bem? Eu voltei de Santiago de Compostela para Braga com a bicicleta através de ônibus da empresa Alsa (pode comprar as passagens na Transdev). Compre com antecedência e informe que transportará duas bicicletas. Lembre-se que antes de embarcar é necessário faturar as bicicletas no balcão de atendimento da Alsa e ainda compra rum saco (12 euros) para embalar elas. Ah! É necessário também retirar a roda da frente para inseri-las no saco, ok?

  • Resposta Gisele Groth 26 de dezembro de 2016 at 17:49

    Super!
    Os planos para o próximo ano é fazer de bike… Estou ansiosa por isso. Muito legal este teu artigo. Já tinha lido, mas é sempre bom reler. 🙂

    • Resposta Naiara Back 31 de janeiro de 2017 at 15:36

      Oi Gisele! Já fiz de bicicleta também 🙂 As duas formas são incríveis, experimente!

  • Resposta Camila 1 de fevereiro de 2017 at 16:52

    Estou indo fazer o Caminho Ingles mês que vem, na volta te conto!

    • Resposta Naiara Back 1 de fevereiro de 2017 at 16:59

      Bom caminho peregrina <3 Conta tudo pra inspirar mais gente a fazer o Caminho Inglês!

  • Resposta Gabi Pizzato 1 de abril de 2017 at 22:32

    Que legal, Naiara!
    Estou estudando em fazer o caminho português no ano que vem. Tomara que dê certo!
    Adorei as dicas… tô considerando muito cada uma delas! Obrigada por compartilhar!

  • Resposta Cristina e Renato 9 de julho de 2017 at 15:30

    Uma viagem que está na minha lista. Muito boas as dicas. Sem dúvida o bastão de caminhada não pode faltar. Levo ele para todas as minhas trilhas, sempre ajuda!

  • Resposta Pedro Carvalho 15 de julho de 2017 at 06:24

    Gostei muito das dicas, obrigado por compartilhar. Estou indo fazer o caminho em Setembro, beijos, fique com Deus.

    • Resposta Naiara Back 1 de agosto de 2017 at 16:31

      Obrigada Pedro! Bom caminho 🙂 Depois nos conta como foi a sua experiência!

  • Resposta Jose Vaz 1 de agosto de 2017 at 16:19

    Naiara boa tarde gostava de saber onde arranjo a vieira? estou pensando e fazer o caminho em breve e as suas dicas são muitos boas

    • Resposta Naiara Back 1 de agosto de 2017 at 16:30

      É possível encontrar a vieira em lojas de souvenir. Mas elas podem estar em qualquer lugar pelo caminho! A minha encontrei em Tui, na frente de uma casa havia uma mesinha com várias conchas a venda 🙂 Bom caminho José 🙂

  • Resposta Simone Meireless 5 de setembro de 2017 at 00:11

    Boa Noite!
    Qual a melhor época para se fazer o Caminho Portugues?
    Nunca viajei para o exterior e pretendo iniciar justamente com esta experiência.
    Agradeço,
    Simone

    • Resposta Naiara Back 2 de outubro de 2017 at 09:50

      Olá Simone! A região da Galícia é bem chuvosa no período de outono e inverno, portanto se não gosta de caminhar com chuva, prefira fazer o Caminho de Santiago na primavera ou verão. A partir de abril poderá ter excelentes temperaturas para peregrinar Bom camin

  • Resposta Aline 1 de outubro de 2017 at 18:37

    Olá, tô doida pra fazer, mas nem sei por onde começar! Sou do RJ! Farei a viagem sozinha.
    Se tiver dicas do percurso aeroporto x Inicio do caminho. Desculpe, mas é que não sei mesmo por onde começar.
    Bjs, obrigada!

    • Resposta Naiara Back 2 de outubro de 2017 at 09:50

      Olá Aline! O caminho começa a partir do primeiro passado dado fora de casa. Entretanto, os caminhos sinalizados de Santiago de Compostela estão em várias cidades de Portugal, Espanha e França. Para lhe ajudar, preciso saber de onde é que pretende iniciá-lo? Bom caminho 🙂

  • Resposta Antonio Roberto 5 de outubro de 2017 at 15:44

    Experiência maravilhosa!
    Fiz o Caminho Frances desde Saint Jean Pied de Port em maio/2013.
    Ano que vem farei o Caminho Português de Fátima a Compostela em Maio.
    Recomendo a todos.
    Não tenham medo. O Caminho cuida de nós.

  • Resposta Robinson 23 de dezembro de 2017 at 03:38

    Oi Naiara…. Estou pensando em fazer o caminho no início de Setembro/2018. Qual a dica que vc. dá com relação
    a documentos e dinheiro? Temos que carrega-los o tempo todo? Partindo de São Paulo até Madri, como faço para chegar até SJPP? Obrigado.

    • Resposta Naiara Back 31 de dezembro de 2017 at 15:44

      Olá Robinson! Deve carregar os documentos e dinheiro, pois nas hospedagens vão lhe pedir um documento de identificação para o check in e o pagamento, na maioria das vezes é em dinheiro. A melhor opção de Madri até SJPP deve ser avião, mas pesquise também por outros meios de transporte, inclusive o Blabla Car.

      Bom caminho <3

  • Resposta maria theresa 1 de fevereiro de 2018 at 20:00

    Boa tarde! Estou comecando a planejar minha viagem pelo Caminho. O que voce acha de mulher viajar sozinha? acha muito perigoso? Obrigada!

    • Resposta Naiara Back 7 de fevereiro de 2018 at 09:17

      Maria, tudo bem? O número de mulheres que vão sozinha para Santiago é surpreendente. Não tenho dados estatísticos para lhe mostrar, mas das diversas vezes que fiz o caminho, vi muito mais mulheres do que homens peregrinando individualmente.

      Algumas dicas:
      – Tome cuidado
      – Não ande sozinha no escuro
      – Interaja com os peregrinos do caminho
      – Opte por fazer pausas, como as refeições por exemplo, em lugares de fluxo de pessoas
      – Convide outras peregrinas que estão sozinha para caminhar com você
      – Se houver duvidas, questione as pessoas que residem pelo caminho
      – Bom caminho <3 Aproveite esse momento incrível!

  • Resposta Joana Pereira 6 de fevereiro de 2018 at 19:12

    Olá encontrei seu blog pesquisando sobre o caminho de Santiago, e eu adorei! Amei a forma como vc escreve e descreveu seu caminho.
    Eu estou me preparando para ir agora em Maio, vou sair do Porto e sem hora pra chegar em Santiago. Quero fazer o meu caminho. E essa para mim foi uma das principais dicas que vc deu! Obrigada querida e um dia quem sabe eu não faça o caminho de Espanha. BIOS

    • Resposta Naiara Back 7 de fevereiro de 2018 at 09:11

      Olá Joana, tudo bem?
      Que alegria receber a sua mensagem <3 Não tenha pressa, pois esse é o seu momento. Aproveite atmosfera desta mágica peregrinação lhe guiará até Santiago. Bom caminho!

  • Resposta Rozires dos Santos Nogueira 13 de fevereiro de 2018 at 02:45

    tenho muitas duvidas sobre esse caminho

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:29

      Olá Rozires, tudo bem? Quais são as suas dúvidas? De que modo posso te ajudar? 🙂

  • Resposta LUIZ CARLOS DOS SANTOS 31 de março de 2018 at 12:30

    vou fazer o caminho português em agosto 2018. Estou buscando uma viajante.

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:29

      Olá Luiz! Já fez o seu Caminho? Como foi? 🙂

  • Resposta Girlene Baima 26 de julho de 2018 at 18:21

    Gostaria de fazer o Caminho, mas fiquei um pouco apreensiva sobre notícias de violência (estupros e assaltos) durante o trajeto.Isso me deixou pensativa, até porque quero algo para relaxar,esvaziar a mente.Com essas notícias, ficaria ainda mais tensa.Questão a pensar, portanto.

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:28

      Oh Girlene! O Caminho é ótimo para relaxar, esvaziar a mente e te reconectar contigo mesma. Tome os cuidados necessários, como por exemplo, não andar no escuro. E se, por algum instante sentir medo, procure andar próxima e até mesmo, ao lado, de outros peregrinos <3 Vai dar tudo certo! Bom Caminho!

  • Resposta AMAURI CARDOSO 8 de setembro de 2018 at 00:45

    Olá Naiara, pretendo fazer o percurso de 100km em maio, no entanto não sei em qual cidade começa, dentre as várias dicas que você deu, poderia acrescentar mais esta?
    Parabéns por seus relatos.

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:26

      Olá Amauri! Há várias cidades que pode escolher para iniciar a sua caminhada. Quando fiz 120 km, em cinco dias, eu iniciei por Valença do Minho, Portugal. É um percurso muito bonito e bem movimentado! No entanto, tem de decidir se pretende iniciar por Portugal, no sul, centro ou norte ou em outros países como Espanha e França, por exemplo. Tem alguma ideia?

  • Resposta Sónia Araújo 15 de novembro de 2018 at 18:19

    Há uma empresa em Portugal, Viana do Castelo (esta cidade faz parte do Caminho de Santiago a partir do Porto pelo caminho da costa) que fornece serviços para peregrinos a partir de Portugal. Esse serviço inclui um dispositivo que permite ajudá-lo caso saia da rota, se necessitar de ajuda médica ou mesmo em caso de emergência. Pode mesmo até, fazer uma videochamada para o médico que se encontra mais próximo. Inclui seguro de acidentes pessoais. Também fazem transporte de mochila de hotel para hotel se preferirem. É um excelente serviço para mulheres que queiram viajar sozinhas. Pesquisem pois é muito interessante https://easyhike.pt

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:23

      Que bacana Sónia! Não conhecia essa empresa, pois sempre fiz os meus caminhos para Santiago de forma independente. De qualquer modo, é sempre uma boa opção para quem deseja estar precavido durante a caminhada 🙂 Obrigada por compartilhar!

  • Resposta Ana Terra Macedo 4 de dezembro de 2018 at 15:36

    Oi Naiara, adorei seus posts sobre o caminho de santiago!
    Estou procurando uma mochila media p levar (nao queria ir c a minha de 50L). Qual o tamanho da mochila q vc levou?
    Que epoca vc foi?
    Vc nao levou blusa? Não sentiu falta? Vou em abril, acho q não tem como não levar nessa epoca né…
    Em relação à saco de dormir, qual vc recomenda q seja pequeno e leve?
    Obrigada!

  • Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Spam prevention powered by Akismet

    Pular para a barra de ferramentas

    Adaptado por aquelesqueviajam.com