aquelesqueviajam croacia zadar6 1080x810 - Aqueles que viajam para Zadar
Atrações Imperdíveis, Croácia, Europa, Visitar, Zadar

Aqueles que viajam para Zadar

Ao planejarmos o roteiro da viagem de férias de verão de 2014, os Plitvička Jezera, na Croácia, estavam em nossos planos desde o início. Para chegarmos lá, a cidade mais próxima que possui aeroporto é Zadar, quinta cidade mais populosa da Croácia, possuindo, segundo o censo de 2011, por volta de 75 mil habitantes. Sua fundação pelo Império Romano ocorreu em 48 A.C, entretanto os povos Liburnianos já habitavam a localidade anteriormente. Ao descobrirmos sua história antiga e outras engenhocas contemporâneas existentes na cidade, decidimos que Zadar era um destino perfeito para chegar na Croácia.

aquelesqueviajam_croacia_zadar3

Como faz para chegar em Zadar?

Depois de muito pesquisar para conseguirmos organizar a viagem de forma que estivéssemos nas cidades de Barcelona, Estocolmo e Leeds em dias específicos, conseguimos fechar o planejamento de viagem. Zadar é umas das maiores cidades da Croácia, entretanto os voos operados pela Ryanair com Zadar como destino não eram fáceis de encaixar com nosso cronograma. Deveriam ser obrigatoriamente voos lowcost, pelos mais variados benefícios.

Como estávamos vindo de Barcelona, o voo direto era impossível. Desta forma, Marselha na França entrou em nosso cronograma de paraquedas. Dois dias em Marselha e voo direto para Zadar por apenas 32€. Os voos para Zadar partindo de Marselha, operados pela Ryanair são todos as quartas-feiras e domingos. #ficaadica

Como faz para chegar em Zadar, saindo do aeroporto?

Chegando em Zadar, verificamos o aeroporto bastante enxuto se comparado a tantos outros europeus. Não demorou mais do que 20 minutos e um ônibus que faz o transfer diretamente para a estação rodoviária central da cidade chegou. Confesso que durante a ida para a cidade, tive uma sensação diferente. Como não havia visitado um país não latino ou que não possuía o inglês como uma das línguas, o fato de as placas, outdoors, publicidade e todas as demais escritas estarem no idioma croata (e somente em croata) me deixou de certa forma desconfortável. É como se retornasse a minha infância tentando entender a ordem das letras que, para mim, não faziam nenhum sentido! Enfim, um belo passeio de aproximadamente 30 minutos, por apenas 1,50€ e bem-vindo à estação central!

Croatas e as primeiras impressões

Logo ao chegar, já sentimos toda receptividade dos croatas. Ao descer do ônibus, vários taxistas aguardavam na porta oferecendo seu serviço. Como eu havia pesquisado anteriormente a localização do nosso apartamento, sabia que uma caminhada rápida de 20 minutos era suficiente. Assim, agradeci o serviço. Qual não foi a surpresa quando o mesmo taxista nos perguntou: “So, do you need any other help?” Eu havia agradecido o serviço do rapaz, havia agradecido o seu trabalho, de onde ele recebe o seu sustento e mesmo assim o mesmo nos ofereceu ajuda. Ótima primeira impressão dos croatas! Após confirmar o caminho com nosso amigo taxista, fomos para a nossa hospedagem.

Apartmani Maruna: a hospedagem mais simpática de Zadar

Zadar é uma cidade acolhedora e muito bem sinalizadas (em croata, é claro!). Não foi difícil de avistar os refletores do estádio do clube de futebol NK Zadar para seguirmos nesta direção, pois o nosso apartamento estava localizado em frente ao estádio.

Chegando ao Apartmani Maruna, o próprio proprietário Maruna nos atendeu com a maior presteza. Ele reside com sua família no último piso do prédio, sendo que aluga os outros dois pisos para turistas. Conversa vai, conversa vem, Maruna extremamente simpático e atencioso em todos os sentidos. Até o momento que descobriu nossa nacionalidade brasileira. Logo reclamou do pênalti sofrido por Fred no dia anterior, em jogo válido pela abertura da Copa do Mundo 2014 entre justamente Brasil e Croácia. Basicamente essa foi a tônica da viagem. As pessoas descobriam que éramos brasileiros e reclamavam com um pouco de galhofa e ironia sobre o resultado do jogo.

No Apartmani Maruna é possível reservar um quarto ou o apartamento completo. Se reservar apenas um quarto, tenha a consciência que irá dividir o banheiro e a cozinha com outros turistas. Uma ótima oportunidade para fazer amizades, não é?

Reservamos um quarto com varanda de um dos apartamentos. Achamos muito bom, principalmente pelo preço que pagamos: 11€ por pessoa!

Explorando Zadar

Com o mapa fornecido pelo Maruna em mãos, partimos desbravar a cidade. Tínhamos como primeiro destino o centro histórico. Passamos pelo shopping e misteriosamente nos perdemos. Mais uma vez a hospitalidade dos croatas se mostrou presente. Questionamos um senhor em como chegar ao centro histórico e o mesmo disse que estava indo para lá e que poderíamos acompanhá-lo. O centro histórico é uma pequena península localizada á oeste da cidade, junto ao Mar Adriático. Chegamos lá ao atravessar uma lindíssima ponte que logo de cara mostra todas as paredes de entrada da antiga cidade romana.

aquelesqueviajam_croacia_zadar9

Pequenas ruelas com prédios e fachadas antigas demonstram toda a grandeza e vastidão do Império Romano. Ao considerar a localização e o relevo da antiga cidade, é de impressionar a precisão de logística do antigo império. Igrejas, prédios administrativos, pequenos comércios antigos. Cada pedra de calcário incrustada exala história! A formação da identidade ocidental está ali, presente nessas ruas que se interligam e levam a praça central.

aquelesqueviajam_croacia_zadar15

Praça Central: onde há de tudo e onde tudo pode acontecer

aquelesqueviajam_croacia_zadar12

Na praça central resquícios arquitetônicos espalhados pelos gramados, organizados para que cada peça tenha sua devida importância: o Fórum Romano. A Igreja de São Donato de construção pré-romana, em formato arredondado de maior amplitude se comparado aos outros prédios chama a atenção. Mais algumas voltas e a Catedral Santa Anastácia se apresenta para os desbravadores de Zadar, onde, para nossa sorte, iria ocorrer um casamento. Quando chegamos à frente da catedral os noivos estavam chegando com sua caravana de parentes e amigos travestidos de músicos e dançarinos. Um local histórico onde uma nova história se inicia. Música típica croata (com direito a violão e gaita), sorriso no rosto, bandeira da nação em punho e festa e festa!

Kopnena Vrata: a imponente porta de entrada

aquelesqueviajam_croacia_zadar10

Uma pequena caminhada e saímos do centro histórico para contemplar o Kopnena Vrata o portão de entrada da cidade, construído durante o período de domínio da Sereníssima República de Veneza, por volta de 1500. Realmente uma imponente porta de entrada para os visitantes antigos.

aquelesqueviajam_croacia_zadar11

Mar Adriático: a mais bela mistura de azul e verde escuro

aquelesqueviajam_croacia_zadar16

Mais um pequeno passeio e o Mar Adriático se apresenta com toda sua grandiosidade além dos prédios. O mar em uma tonalidade azul e verde escuro, o sol refletindo brilhantemente, as ilhas ao horizonte, a sensação de estar num local histórico. Não há nada mais a se pedir não é mesmo? Quem sabe uma trilha sonora?

Órgão Marítimo: música para os nossos ouvidos

aquelesqueviajam_croacia_zadar14

Mas não é que os croatas pensaram em tudo?! Ao se aproximar do mar logo se ouve uma música. Uma música bem distinta, como nada que tinha ouvido até o momento. Quanto mais nos aproximávamos da “ponta” da península, mais alto ficava o som. O mar ao chegar próximo à porção de terra (que não é praia naquele local) forma pequenas ondas. Estas, vem em direção ao rochedo. O rochedo por sua vez não foi moldado pela natureza e sim pelo homem em uma escadaria que contém uma espécie de piano/órgão com pequenos orifícios e tubos onde a água entra e sai juntamente com o ar.

aquelesqueviajam_croacia_zadar13

Conforme a força da maré ou os movimentos dos barcos próximos, a intensidade do som se altera. Estes orifícios localizados em alguns pontos específicos emitem sons distintos, sendo que ao ouvir todos conjuntamente, se tem a nítida impressão de um órgão sendo tocado: Órgão Marítimo, criado pelo arquiteto Nikola Basic.

Painel Luminoso: uma rave comportada

aquelesqueviajam_croacia_zadar8

Logo ao lado, encontra-se o Painel Luminoso. Uma atração tecnológica junto a um local clássico. Um grande círculo azul escuro formado por várias plataformas que armazenam luz solar. Cada plataforma possui 36 pequenas luminárias que durante o anoitecer, acendem e apagam. Não se tem a certeza se eles acendem quando pisamos, ou quando “despisamos”. Sinceramente ainda não descobrimos se pisar realmente faz a diferença. Mas as crianças pequenas e grandinhas não se importam com isso e correm, pulam e deitam no chão iluminado! Isso tudo ao som do Sea Organ! Praticamente uma rave comportada!

Testado e aprovado: os croatas são as pessoas mais legais do mundo

Voltando ao apartamento já durante a noite, mais uma pequena história sobre como os croatas são gente boa. Como estávamos um pouco cansados dos dias anteriores de viagem, resolvemos ficar a noite no apartamento. Para isso, precisaríamos de umas cervejas para assistir jogos da Copa do Mundo na TV. Como não havíamos passado por nenhum mercadinho ou venda próximos ao apartamento e o shopping era um pouco longe, fui pedir informação para o nosso amigo fanfarrão Maruna.

O mesmo não se encontrava, somente sua mãe estava presente. Dei boa noite e conversei algo trivial com a mesma e ela ficou me olhando como se não entendesse. Logo vi que ela não falava inglês, como muitos outros croatas. Falar inglês na Croácia é tão incomum quanto falar inglês no Brasil. Perguntei em inglês e fazendo mímica onde poderia comprar bebida em um local próximo. Não obtive resposta. Então fiz o gesto global de bebida com o polegar estendido em direção à boca. Aí sim recebi um largo sorriso de volta, juntamente com palavras croatas de incentivo à bebedeira.

Em sua explicação entendi que no outro lado do estádio havia um bar que vendia bebidas e que cerveja (explicado por ela com o gesto global) é Pivo. No bar solicitei quatro “pivos” em meu croata plenamente entendível e foi aí que tomamos a excelente Karlovacko.

Zadar… visitar novamente?

aquelesqueviajam_croacia_zadar4]

Zadar é uma cidade muito receptiva. Sem dúvida alguma, se houver a oportunidade, é um local que gostaria de visitar novamente. Seu centro histórico transpira justamente o que deveria. As ruas são agradáveis e as pessoas são as mais legais do mundo. Em vários momentos, mesmo não nos entendendo com os locais, ao pedirmos informação ou procurar algum produto para comprar, recebíamos sorrisos e tentativas de explicações em croata. E o mais incrível é que entendíamos! Como diz o ditado, quem tem boca vai á Roma! PS: Mas antes passe por Zadar!

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

1 Comentário

  • Resposta Renata 6 de março de 2017 at 00:41

    Também me apaixonei pela Croácia, não fui a Zadar. Viajamos pra Plitvice a partir de Split! Eu já quero voltar pra conhecer o que faltou! 🙂

  • Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Spam prevention powered by Akismet

    Adaptado por aquelesqueviajam.com