Aqueles que vivem fora de casa e colecionam culturas 1
Dicas, Experiências, Filosofias de viagem, Inspiração

Aqueles que vivem fora de casa e colecionam culturas

Dizem que cultura é um dos conceitos mais discutidos dentro das Ciências Sociais, e que no campo científico como um todo, a cultura é ainda algo em permanente construção, estando longe de um consenso. Na tentativa de torná-lo mais claro, muitos estudos e comentários teóricos adicionaram algumas classificações ao termo. Será que deu certo?

aquelesqueviajam_cultura2São incontáveis as interpretações sobre o significado da cultura, mas é notável identificar a sua forte vinculação aos estudos antropológicos, e compreender suas origens pode ser um caminho para uma possível aproximação a novas definições que lhe foram continuadamente adicionadas.

Ao longo dos anos, vivendo em outro país conheci várias pessoas com o interesse em conhecer novas culturas e aprender os costumes de outros povos. Viver fora de casa, é uma oportunidade única para enriquecer pessoalmente e profissionalmente e muitas vezes uma grande possibilidade de conhecer a cultura de outros povos e ampliar a visão de mundo.

A partir do momento que nos encontramos integrados a uma cultura que não é a nossa, adquirimos traços desta, o que acontecerá ao longo das nossas vidas, sem jamais perdermos totalmente as próprias características. É aí que a afirmação daquele filósofo francês Michel Serres ganha sentido: “não existe cultura única e fechada, todo processo de aculturação é uma mestiçagem”. Ás vezes, isso pode ser um processo doloroso, mas do qual não podemos escapar. Ou podemos?

Isso nos faz criarmos uma nova perspectiva de visão cultural, com aspectos de país de origem e do país em que estamos inseridos. Não se trata apenas de uma pessoa que decidiu morar “fora de casa”, mas de alguém do mundo, com maior bagagem, que se permita referir-se sobre aspectos ligados à sua vivência e às relações sociais como um todo.

aquelesqueviajam_cultura5Uma pessoa que vive “fora de casa”, passa a buscar uma vivência diferente, podendo, com isso, definir o que é ser alguém em seu país e o que é ser alguém em outro país, tendo, através disto, a chance de formar uma visão única e própria do mundo que o rodeia.

Viver fora de casa é hoje a realidade de muitas pessoas que buscam em outros lugares encontrar o seu lugar, muitas vezes por uma curiosidade, identificação ou desejo, mas que pode ainda acabar resultando no enriquecimento de laços e valorização de suas próprias raízes ou das raízes onde integrou-se.

aquelesqueviajam_cultura6Quando vivemos em outro país acabamos por nos adaptar ao modo de vida daquele lugar, usufruindo de sua cultura, integrando-se a um determinado convívio social… Ao mesmo tempo, deixamos em cada novo lugar um pouco de nossa identidade, nossos hábitos, compondo uma permanente troca cultural.

A partir de um novo olhar, temos de compreender não só a nossa cultura, mas desenvolver um processo de autoaprendizagem e de autoconhecimento, pois temos, em certos momentos da vida, a necessidade de sair do convívio natural para participar de experiências em lugares que não são os de origem, com outros povos e valores. Ao adentrarmos em outra cultura, é inevitável não captarmos a essência da mesma, vivendo e usufruindo de outras noções culturais, mas também, expondo o nosso próprio modo de agir em determinadas situações, que só fará sentido a si mesmo. Não é?

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

Seja o primeiro a comentar!

Sou curiosa! Deixe um comentário:

Adaptado por aquelesqueviajam.com