A Venda: tasca, mercearia e companhia das boas 1
Algarve, Comer, Europa, Portugal

A Venda: tasca, mercearia e companhia das boas

Quando entramos na tasca A Venda, entramos na verdade num espaço que recriou com todo o rigor uma casa do século passado. E quando digo com todo o rigor não é liberdade poética, é rigor histórico e sentimental!

Histórico porque todos os elementos têm uma história para contar, especialmente os livros e sentimental porque a grande maioria do mobiliário e dos objetos decorativos foram retirados do baú da casa dos familiares da Ana e do Vasco, os responsáveis por expandir A Venda, que era apenas uma mercearia de produtos típicos portugueses numa tasca.

aquelesqueviajam-algarve-avendaA tasca é super pitoresca. No interior os acessórios combinam perfeitamente com os produtos de embalagens antigas à venda, cuidadosamente arrumadas nas prateleiras. Na esplanada, as mesas e cadeiras de madeira rústica ficam numa ruela estreita que torna o espaço ainda mais intimista. Ou seja, A Venda consegue ser acolhedora, dentro e fora. Ainda mais quando lá dentro tem música ao vivo e lá fora um DJ.

aquelesqueviajam-algarve-avendaAqui pode petiscar pratos feitos com produtos locais e da época. Mas se não quiser almoçar ou jantar, pode sempre comprar qualquer coisa para levar. Das cervejas artesanais aos vinhos, dos enlatados aos enchidos, das frutas aos legumes, tem bastante variedade de produtos portugueses.

aquelesqueviajam-algarve-avendaNa A Venda até há sugestões de pratos do dia, mas não espere por encontrar sempre os mesmos petiscos no menu. Tudo é decidido conforme a época do ano e do que há disponível à venda na mercearia. Pra mim, essa é uma das mais seguras garantias de qualidade e também de que nada foi preparado com as sobras da véspera e nem com congelados do fim de semana.

aquelesqueviajam-algarve-avendaTudo o que provei na A Venda estava absolutamente delicioso. Foi aqui que comprovei que ovos mexidos e farinheira combinam perfeitamente, que “Iscas sem Elas” é na verdade iscas de fígado de porco sem batatas e que que pataniscas nem sempre são feitas de bacalhau.

aquelesqueviajam-algarve-avenda

aquelesqueviajam-algarve-avendaEntre carne e peixe, prefiro carne. Entre peixe e legumes, prefiro peixe. Mas entre pataniscas de legumes e especiarias, que é o petisco mais pedido da tasca e qualquer outra opção do menu, prefiro as pataniscas de legumes e especiarias. Não sei quais são os ingredientes que este petisco leva na receita, mas que são as melhores pataniscas que já provei na vida, são com certeza.

aquelesqueviajam-algarve-avendaO tempero que a Ana e o Vasco utilizam é intenso, mas para amenizá-los há cervejas, vinhos, espumantes, bebidas sem álcool e para o espirito. E se gosta de Ice Tea, aqui vai encontrar algumas opções de chá fresco caseiro que são preparados no dia. Experimente Chá Bela Luisa e depois me conta o que achou!

Ah! Me conta também se conseguiu acertar a moeda dentro do copo num jarro com água que fica numa das mesas próxima ao caixa. Se acertar de primeira, ganha um shot!

aquelesqueviajam-algarve-avendaAssim como a ida numa mercearia ou numa tasca, a distribuição das mesas na A Venda segue rigorosamente a proposta de socializar. Algumas maiores e outras menores, mas todas com espaço suficiente para serem divididas com desconhecidos que, facilmente tornam-se companha das boas. Aqui fica um alerta: falta de companhia jamais será um motivo para não ir petiscar na A Venda, ok? Nem vem, que não tem!

Falta de euros na carteira também não é motivo. Os petiscos possuem um preço muito simpático: a dose pequena faz a alegria de qualquer um por apenas 4€ e a grande por 7€. Essa era a informação que faltava para abrir o apetite, não era?

teste

A Venda é parceira do projeto “Aqueles que viajam de bicicleta: o Algarve além das praias”.  Ambos temos como missão inspirar a viajar de bicicleta e mostrar o quão diversificado é o Algarve.

Endereço: Rua do Compromisso, 60 – Faro/ Portugal

Horário: Ter a Sab das 12:30h às 16:00h | 19:00h às 00:00h

Contato: +351 289 825 500 | avendafaro@gmail.com

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

11 Comentários

  • Resposta Contramapa 18 de fevereiro de 2017 at 16:41

    Parece mentira, mas ainda não conheço muito bem o Algarve e nunca fui a Loulé. Gostei muito da Tasca e das pataniscas, tenho mesmo de experimentar! 🙂
    Aproveito para dizer que gostei muito do projeto Aqueles que Viajam de Bicicleta! É uma ótima iniciativa! Também estou a pensar fazer uma viagem de bicicleta, de Lisboa a Sagres, a ver se se concretiza, hehe
    bjs

    • Resposta Naiara Back 20 de fevereiro de 2017 at 10:42

      Considere o Algarve por inteiro para uma viagem! Visite Loulé, mas se quiser provar as pataniscas do restaurante A Venda vai ter de ir até Faro <3

  • Resposta Camila Lisbôa 19 de fevereiro de 2017 at 16:01

    Nai, que delícia de lugar! 🙂 Todos os pratos parecem maravilhosos e me deu água na boca só de ver!

    Muito legal entrar num lugar assim, que mantem as tradições e com boa comida 🙂

  • Resposta Jessica Veneravel 19 de fevereiro de 2017 at 18:17

    Amei o Algarve e seu povo, pena que não conseguimos passar muitos dias em Faro. Cidade encantadora e com cantinhos como esse! Preciso voltar!

  • Resposta Luciana de Campos Assis 19 de fevereiro de 2017 at 18:55

    Que delicia. Me prece um passeio muito gostoso e adorei a ideia das mesas apropriadas pra a socialização. Fiquei com muita vontade de conhecer.

  • Resposta Dani Bispo 19 de fevereiro de 2017 at 20:09

    Nossa que gracinha de lugar! Tambem adorei a “cara” dos pratos de lá, é um lugar que muda o cardápio diariamente tem todo meu respeito. Me deu muita vontade de voltar à Portugal.

    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

  • Resposta Fabio 19 de fevereiro de 2017 at 23:14

    Olá Naiara! Que local mais acolhedor! Deve ser bem legal conhecer a história desses lugares tão preservados. Obs.: Adorei o projeto sobre conhecer de bike! 😉

  • Resposta Cynara Vianna 20 de fevereiro de 2017 at 13:04

    Que lugar delicioso, seu vontade de sentar na mesinha e ficar só observando os detalhes de tudo. Um charme, adoro lugares assim que contam histórias de vida.

  • Resposta Paula Abud 20 de fevereiro de 2017 at 14:01

    Naiara, que covardia essas fotos hahahaha Adorei tudo, pois fico encantada com lugares tão acolhedores e fofinhos como esses.
    Concordo a Cynara, deu vontade mesmo de sentar na mesinha e ficar só olhando!
    Beijos.

  • Resposta Viajar pela história - Catarina Leonardo 20 de fevereiro de 2017 at 19:11

    Eu sou de Faro, nasci aí e regresso muitas vezes, mas não conheço ainda este local. Parece ser bem interessante e um excelente sitio para petiscar 😉

    • Resposta Naiara Back 21 de fevereiro de 2017 at 15:44

      Catarina! Não deixe de passar pela A Venda e provar as pataniscas 😉 Come por mim rsrsr

    Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Adaptado por aquelesqueviajam.com