Viajar de bicicleta de Vila Nova de Gaia até Espinho 1
Europa, Bicicleta, Portugal, Vila Nova de Gaia

Viajar de bicicleta de Vila Nova de Gaia até Espinho

Conhecida como o Município das Caves do Vinho do Porto, Vila Nova de Gaia é a região mais convidativa de Portugal para conhecer seculares caves, provar os melhores vinhos do Porto e ver o Porto nas mais variadas perspectivas. Mas essas não são as suas únicas atrações! Gaia possui uma costa marítima que se estende por mais de 18 km junto a um conjunto de ciclovias que vai até a cidade de Espinho.

aquelesqueviajam_viajardebicicleta_vilanovadegaia_espinho5É perfeitamente possível fazer um bate e volta de bicicleta de Vila Nova de Gaia até Espinho. A viagem pode ser iniciada junto ao Rio Douro e seu comércio local até o cais de Gaia onde passará pela aldeia de pescadores da Afurada, a foz do Douro e ao Cabedelo. Daqui em diante, o que era uma viagem ribeirinha transforma-se numa das mais belas ciclovias do litoral português até a cidade de Espinho.

aquelesqueviajam_viajardebicicleta_vilanovadegaia_espinhoA ciclovia, na maioria da sua extensão apresenta pavimento vermelho e é muito bem sinalizada.

aquelesqueviajam_viajardebicicleta_vilanovadegaia_espinho6Mas é em São Felix da Marinha às portas de Espinho que ela assume forma de passadiço e passa a ser compartilhada com pedestres. O caminho transforma-se completamente!

aquelesqueviajam_viajardebicicleta_vilanovadegaia_espinho3

 

Nesta viagem, o mar será um companheiro inseparável. Vai pedalar pelas praias Madalena, Granja, Senhor da Pedra, Aguda, entre tantas outras. Nesta viagem só tem um desafio: manter-se firme na pedalada e resistir a vontade de parar pelas praias e o convite das esplanadas.

teste

A bicicleta utilizada para a viagem bate e volta de Vila Nova de Gaia até Espinho foi a Boxter Fy da marca Adriática. Gostou? Ela está disponível para venda ou aluguel na Go By Bike!

 

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

15 Comentários

  • Resposta luisa 7 de setembro de 2016 at 14:12

    Quando eu voltar, fazemos essa rota! Fiquei cheia de vontade de percorrer essa trilha!

    • Resposta Naiara Back 11 de setembro de 2016 at 09:41

      Vamos Luisa 🙂 fazer essa e outras mais!

  • Resposta Contramapa 11 de setembro de 2016 at 07:45

    Gostei do passeio 🙂 também adoro andar de bici, mas em lisboa é difícil por causa das colinas!

  • Resposta Thaís 11 de setembro de 2016 at 08:09

    Que legal. Eu nunca tinha pensado em viajar de bicicleta antes, mas adorei a ideia. Também amo pedalar e desde que as crianças nasceram eu parei. A paisagem parece ser linda, o que ajuda muito, claro, pois da ânimo. Quanto tempo você levou para ir e voltar?

    • Resposta Naiara Back 11 de setembro de 2016 at 09:40

      Olha Thaís eu fiz no mesmo dia. Fui de meio dia e voltei ao fim do dia e, ainda deu pra curtir uma prainha 🙂 Levei cerca de 4h porque ia parando para tirar fotos e curtir as vistas.

  • Resposta Karine 11 de setembro de 2016 at 09:52

    Que delícia de passeio!! É cada cenário lindo no caminho que já vale o esforço. Quando estiver por aí (pretendo ir em breve) vou entrar em contato. Quero muito fazer esse passeio! 🙂

    • Resposta Naiara Back 11 de setembro de 2016 at 11:03

      Vem mesmo Karine! Eu não me importo de pedalar com você eheh

  • Resposta Gisele Cristina Ferreira teixeira 11 de setembro de 2016 at 12:38

    Que passeio lindo! Também adoro pedalar! As fotos também estão lindas. Deu vontade de sair correndo pra Portugal! Rsrs

  • Resposta Larissa Pereira 11 de setembro de 2016 at 14:36

    Que post lindo! Amei as fotos e o relato! O que é aquela igrejinha na beira da praia? Linda linda! Só fui a Portugal uma vez e preciso voltar com urgência, ô país lindo! <3

    • Resposta Naiara Back 11 de setembro de 2016 at 23:38

      É a Capela do Senhor da Pedra! Lindo, neh? Uma capela junto ao mar.

  • Resposta Dayana 11 de setembro de 2016 at 21:22

    Sobre roteiros de bike: amo, de paixão, de verdade. Sempre que posso faço um.
    E esse na companhia do mar, é de inspirar mais um! 🙂

  • Resposta Sonia justo 11 de setembro de 2016 at 23:11

    Não fazia ideia que existia está ciclovia, haja pernas para pedalar e deve ser um passeio magnífico, difícil mesmo é conseguir resistir a não parar e dar um mergulho numa dessas praias maravilhosas. Naiara quem não tem muito treino físico consegue fazer com tranquilidade? Beijo

  • Resposta Naiara Back 11 de setembro de 2016 at 23:39

    Consegue Sonia! A ciclovia é plaina e não exige muito esforço, a não ser quando pedala contra o vento.
    Mas se cansar… lembre-se que pode descansar numa esplanada de um café apreciando a vista 😉

  • Resposta Marlene Marques 12 de setembro de 2016 at 07:15

    Que fixe, Naiara. Alto passeio! Essa zona é mesmo muito bonita e o circuito dá ideia que é bem fácil de fazer, sem grandes altos e baixos. Perfeito para os dias de outono que começam agora. 🙂

  • Resposta Adriana Magalhães Alves de Melo 3 de março de 2017 at 11:23

    Que delícia! Amo pedalar em viagens, dicas anotadas!

  • Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Adaptado por aquelesqueviajam.com