Visitar Braga
Portugal, Atrações Imperdíveis, Braga, Europa, Visitar

Visitar Braga em menos de 24 horas e por menos de 5 euros

Localizada no Norte de Portugal, Braga é a terceira maior cidade do país, depois de Lisboa e Porto. É também uma das cidades mais antiga, cristã e jovem, a exemplo são os monumentos romanos do século I e II e os títulos de Roma Portuguesa e Capital da Juventude Europeia 2012. Se nunca havia pensado em visitar Braga, agora é a hora! E não há desculpas, muito menos para a falta de tempo e dinheiro. 

Leita também: 60 coisas para fazer de graça em Braga

Leita também: 50 fatos sobre Braga

Visitar BragaComo chegar em Braga

Para chegar em terras bracarenses não há muito mistério. Por menos de 5€, todos os dias, de hora em hora, há trens que saem da Estação Porto São Bento ou Campanhã com destino a Braga. A viagem é curta, aproximadamente 1h – 1:30h.

Visitar Braga: roteiro de um dia

Da Estação de Comboios de Braga até o Centro Histórico não será necessário andar mais do que duas quadras até se deparar com o Arco da Porta Nova. Este monumento, símbolo da cidade, carrega com ele um ditado popular que representa uma característica peculiar da população, ou seja, quem é de Braga “nunca fecha a porta” para que os vizinhos voltem sempre.

Se és de Braga, deixe a porta aberta 💙 #aquelesqueviajam #braga #visitbraga #portugal #minho #monument

Uma publicação compartilhada por Aqueles que Viajam (@aquelesqueviajam) em

Mandado construir no início do século XVI pelo arcebispo Diogo de Souza, o arco é na verdade a porta de uma muralha. Acontece que, no século da sua construção, já não havia guerras e como a cidade já se estendia para fora dos muros, não foi colocada nenhuma porta naquele arco. Foi por conta disso, que os bracarenses foram considerados os pioneiros em deixar as portas das muralhas abertas.

Do Arco da Porta Nova para o Centro Histórico, há de fazer um pequeno desvio para a Sé de Braga – vulga Catedral. A visita gratuita no interior pode ser feita apenas nos claustros ou então nos horários de missa.

Mas se é um curioso por natureza e faz questão de conhecer os tesouros que estão guardados nas capelas da Sé e a cruz que foi utilizada na primeira missa celebrada no Brasil, não há mão que não se abra. A visita no interior da Catedral e no museu custam apenas 4€. 

Da Sé de Braga ao coração do Centro Histórico há de se cuidar para não tropeçar em tantas atrações e monumentos turísticos.

A lista é grandinha, mas por sorte, todos eles são pertinhos: Reitoria da Universidade do Minho, Jardim de Santa Bárbara, Igreja dos Terceiros, Torre de Menagem, Praça da República, Arcada da Lapa, Igreja da Lapa, Avenida da Liberdade… ui… são tantos que já devo ter perdido a conta.

Visitar BragaNo meio da Avenida da Liberdade, entre vários prédios de construções antigas há o Theatro Circo, uma referência arquitetônica e cultural na cidade. O exterior do prédio até agrada aos olhos, mas o interior é simplesmente incrível e baratinho, apenas 2€.

Visitar BragaAlém da visita guiada, há uma série de atrações na agenda que, dependendo da atração e do dia são gratuitas. Já pensou terminar o dia na sala principal do Tehatro Circo sentado numa poltrona bem confortável assistindo uma referência musical ou artística da cultura portuguesa?

Na rua paralela à Avenida da Liberdade há mais três atrações turísticas que merecem uma atenção especial, principalmente se é daqueles que gosta de uma coisa antiga. A visita nestas atrações é rápida, coisa de 30 minutos e menos de 5€. Baratinho, neh?

Visitar Braga1 – O Museu da Fonte do Ídolo – um santuário romano do século I que sobreviveu relativamente intacto até os dias de hoje.

2 – O Museu do Traje Dr. Gonçalo Sampaio – onde é possível conhecer um pouco da história popular através de vários looks e instrumentos minhoto do século XIX.

3 – Palácio do Raio: construído por um comerciante muito rico de Braga este palácio de estilo barroco joanino abriga o Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga.

Um salto do Centro Histórico para as montanhas mais altas de Braga. Vamos lá?

O Tub nº 2 passa na Avenida da Liberdade a cada 20 minutos, não o deixe escapar! Por apenas 1,55€ não demorará muito para estar em frente ao funicular do Bom Jesus – o único na Península Ibérica que é movido a água. Aqui há duas opções: subir para o monte de funicular por apenas 4€ (ida e volta) ou subir as escadas caminhando.

O preço que se paga é o esforço de caminhar 500 degraus acima, mas a recompensa, ui! Só descobre quem visitar Braga!

Uma vez estando lá em cima, vai querer ir ainda mais alto e não só: vai querer visitar Braga mais vezes!

Depois de desbravar gratuitamente todos os cantos do Bom Jesus, como a igreja, a gruta, os lagos, as fontes, as estátuas, as escadas, os miradouros… vá até o Santuário da Nossa Senhora do Sameiro caminhando. Sem taxas adicionais poderá desfrutar de um incrível pôr do sol com vista para a cidade e as montanhas que cercam Braga.

Se está pelo norte de Portugal, não evite visitar Braga. Uma cidade que exige muito menos tempo e dinheiro do que imaginou para ser visitada!

Salve este Pin  ❤

Visitar Braga

Anterior Próximo

Aposto que também vai gostar de:

18 Comentários

  • Resposta Filipe Morato Gomes 20 de agosto de 2016 at 23:45

    Morei em Braga 16 anos, desde o tempo da faculdade e depois fui ficando, ficando…
    É uma cidade com muitos defeitos, mas com um centro histórico que tem muito carisma e que merece uma visita de todos aqueles que passam pelo norte do país. Abraço e boas viagens.

    • Resposta Naiara Back 21 de agosto de 2016 at 20:41

      16 anos? Puxa é muito tempo. Eu estou aqui desde 2012, mas parece que foi uma vida toda. Sempre que saio pela rua descubro algo interessante 🙂

  • Resposta Francisco Agostinho 21 de agosto de 2016 at 08:42

    oLÁ, aDOREI SEU BLOG ! E também adoro Braga, e ainda não entrei na Sé, muito obrigado pelas dicas.

  • Resposta Fernanda Carvalho 21 de agosto de 2016 at 11:51

    Por meio de tantos colegas de Blog portugueses tenho descoberto lindos destinos de viagem nunca imaginados por mim em Portugal! Cada vez mais disposta a conhecer vossa terra

  • Resposta Viaje Comigo 21 de agosto de 2016 at 13:14

    Ao visitar o Bom Jesus… nunca fui pela escadaria! Mas fui pelo elevador que é muito interessante. 😀 A sugestão de ir de comboio é ótima e fica muito em conta porque não tem de preocupar com o estacionamento também! Boas viagens!

  • Resposta Marta Chan 21 de agosto de 2016 at 15:11

    Gostei muito deste teu roteiro! Braga é uma cidade maravilhosa que por vezes é meio esquecida, por ficar situada no norte e as pessoas vão sempre para Lisboa, porto ou Algarve.
    O bom João é encantador e sim, valem os dois euros andar ali a subir aquela escadaria toda.

  • Resposta Marlene Marques 21 de agosto de 2016 at 20:09

    Braga é linda! Só conheço o centro histórico, numa visita curta demais para poder ver tudo o que a cidade oferece. Tenho que voltar!!

  • Resposta VaneZa Narciso 22 de agosto de 2016 at 14:20

    Ual! Já imaginei aqui um roteiro: Lisboa, Óbidos, Aveiro, Porto e fechando com chave de ouro em Braga com o pôr do sol do visto do Santuário do Sameiro. Quem sabe um dia coloco em prática!

  • Resposta Pedro Henriques 23 de agosto de 2016 at 08:03

    Braga é a minha cidade e este roteiro parece-me muito bom e barato! Parabéns.

  • Resposta Giulia 23 de agosto de 2016 at 10:19

    Adorei a dica e o lugar parece ser lindíssimo. Quero muito ter a chance de conhecer Portugal por inteiro.

  • Resposta Joana Teixeira 24 de agosto de 2016 at 23:20

    Cara Naiara,

    A Fonte do Ídolo não era um santuário romano. Pensa-se que existe já de uma época pré-romana e está praticamente destruído, daí que nem se saiba qual a divindade. Sabe-se que tinha uma fonte e um reservatório de água, como um tanque ou uma pequena piscina, como queiram imaginar.

    Foi descoberta quando os donos da casa fizeram obras na zona do tanque da casa.

    Cumprimentos,
    Joana.

    http://anightingalesings.pe.hu

  • Resposta Pedro Richardson 3 de setembro de 2016 at 19:51

    Oi Naiara, estou guardando suas dicas pra quando for a Braga. Há muito tempo quero conhecer.

    Beijos!

  • Resposta Lilian 6 de setembro de 2016 at 00:06

    Eu sempre tive vontade de conhecer Portugal mas meu marido nunca se animava, de tanto insistir em 2013 nós fomos. Resultado nos apaixonamos por Portugal : Lisboa[Sintra, Cascais], Porto e Coimbra. Quero muito voltar para conhecer o norte de Portugal, a região do Algarve. Braga é linda e estará na minha próxima viagem ,com certeza.

  • Resposta Simone Hara 6 de março de 2017 at 01:53

    Encantada com quanta coisa bacana e linda tem pra fazer e conhecer em Braga!
    Adorei o post e o roteiro perfeito pra quem está com pouco tempo e grana curta!

  • Resposta Naná Coutinho 10 de março de 2017 at 17:01

    Que roteiro maravilhoso! Você está montando a minha viagem a Portugal! Hahahha

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:30

      Que bom saber Naná <3 Espero que Portugal te surpreenda muito!

  • Resposta Vera Beatriz Rebello 3 de setembro de 2018 at 18:39

    Olá! Estou indo para Portugal para ficar por 18 dias .
    Qual seria o melhor roteiro?
    Ah, vou sozinha e não gostaria de gastar muito!!!!

    Vera.

    • Resposta Naiara Back 1 de dezembro de 2018 at 11:31

      Olá Vera! Todas as cidades e regiões do país tem os seus encantos, mas o melhor roteiro depende dos seus interesses. Pode ser mais especifica para eu te ajudar? 🙂

    Sou curiosa! Deixe um comentário:

    Adaptado por aquelesqueviajam.com